Casas

APARTAMENTO DE LUXO SEM GASTAR TANTO – ELE MOSTRA COMO GARIMPA PEÇAS DE DESIGN E ECONOMIZA NA DECOR

Para se ter um apartamento moderno e deslumbrante, não necessariamente precisamos gastar tanto, basta estar disposto a garimpar em feiras de antiguidades, em leilões, e estar sempre atentos aos “famílias vendem tudo”.

Foi assim que o arquiteto Carlos Navero me mostrou todos os detalhes do seu apartamento luxuoso decorado com objetos quase todos garimpados ou comprados em leilão.

Antes de ser arquiteto, o Carlos trabalhava em galerias de arte e, com o tempo, acabou se apaixonando e adquirindo as próprias peças ao longo dos anos.

Aqui no seu apartamento, ele resolveu setorizar uma parede bem comprida para expor essas obras e, na parede oposta, construiu uma estante enorme! Já vamos chegar lá.

“Poucas coisas na minha casa foram compradas em lojas. A maioria dos móveis vêm de feiras de antiguidade como a Benedito Calixto, o Bixiga ou de fornecedores que me já me conhecem”, explica Carlos.

Um dos grandes destaques é essa poltrona escandalosa! Inteira em couro, como se fosse uma bolsa aberta. “Eu comprei em um bazar que o dono de uma loja fez. Ele comprou uns contêiners em um leilão da Receita e nem sabia o que tinha dentro”, conta Carlos.

A mesa central é uma das únicas peças compradas em uma loja parceira, e funciona como uma bandeja com partes removíveis. Já o banco ao lado do sofá é na verdade uma mesa original de madeira jacarandá dos anos 60, um achado!

Os detalhes: cadeiras amarelas e vaso rosa adquiridos na Feira do Bixiga. Frequentem as feirinhas aos domingos!!

Olha essa cena! Reparou na luminária branca com um design super diferente? Estava jogada na Benedito Calixto, original de época.

Quando falamos em GARIMPO, muitas vezes vem à nossa mente grandes galpões com estilo industrial ou cômodos cheios de móveis antigos acumulados.

O Carlos veio para nos mostrar que garimpo pode ser LUXO sim!

Garimpo é você ter o olhar em busca de objetos de design consagrados, valorizá-los e reutilizá-los. O Carlos conta que essa poltrona também veio de feira de antiguidade e já passou por vários tecidos com estampas diferentes. A durabilidade dos móveis antigos é outra!

A estante inteira metálica foi arrumada pensando nos espaços de respiro, sem lotar cada espacinho. “Foi uma paixão, demorou 45 dias para ser feita. Foi soldada chapa por chapa, criada uma modulação, e até o peso dos objetos foi pensado antes para não prejudicar a estrutura”, explica Carlos.

A cozinha integrada foi planejada para setorizar também o espaço de trabalho e uma parte de bar com direito à champanheira.

Até o escorredor de louças é uma peça de design adquirida em um outlet. Fique atento por aí!!

As banquetas da cozinha são super diferentes e modernas, que o Carlos conseguiu em uma loja de e-commerce. A mesa de jantar maravilhosa, inteira de mármore, foi uma pechincha comprada em leilão. Uaaaaaau!!

Olha que legal essa mistura de arte popular com pedra vulcânica e granito no lavabo. Quem disse que o lavabo não pode ser uma experiência?

Como recebe muitos hóspedes, o quarto dedicado para as visitas ganhou uma roupa de cama especial para manter a limpeza, além das camas baú que guardam a bagunça. A meia parede de madeira foi criada como um painel para proteger a pintura de sujar.

“Aqui continua os 50 tons de cinza”, brinca Carlos sobre seu estilo clean. A cabeceira da cama é uma das mais incríveis que já vi! Inteira em madeira e couro, abraçando a cama.

As mesas de cabeceira foram feitas especialmente para o Carlos, em tecido de lona. O restante das peças do quarto foram adquiridas nas feiras de antiguidades, principalmente no Bixiga. Repare que todos os interruptores da casa são prateados, mesclando com a parede cinza.

No banheiro da suíte, o piso em grandes formatos sobe para as paredes, formando uma caixa cinza com detalhes em branco.

“Como arquiteto, é muito triste ver um cliente entrando numa loja e comprando tudo lá. É tão sem personalidade”, confessa Carlos.

Sua casa reflete essa ideia de valorizar peças únicas e, muito importante, adquiri-las ao longo do tempo, como um investimento na sua decoração. “Garimpo não é lixo, não é coisa velha. Eu sou a favor das feirinhas”, diz Carlos.

O instagram do arquiteto Carlos Navero é: https://www.instagram.com/carlosnavero/

E o site é: http://www.carlosnavero.com.br/

Lembre de se inscrever no meu canal também: https://goo.gl/aFe7h9

Sigamos juntos!

Sempre existiram. Pessoas, lugares, encontros. Sempre existiram. Tangíveis, palpáveis, inimagináveis. Sempre existiram. Criações, intenções, ilusões. Sempre existiram. Existem, sempre existirão. Cenas que não são vistas somente com os olhos.

Write A Comment