Casas

CASA DE VILA COM JARDIM, PLANTAS DENTRO DE CASA, MÓVEIS DE GARIMPO E DICAS ECONÔMICAS DE DECORAÇÃO

Por março 22, 2020 Sem Comentários

Oieee, tudo bem? Fui visitar uma casa de vila autêntica, dos anos 1950, com quase toda a arquitetura preservada e uma decoração afetiva, com muitos móveis e objetos de garimpos e cheia de plantas.

Essa é a casa de vila do designer de interiores Alexandre Almeida, que aliás é alugada, o que nos mostra como podemos e devemos habitar nosso lar do nosso jeito, independente se é próprio ou não.

Essa casa tem tudo a ver com tudo que sempre mostrei aqui no canal e você vai descobrir o porquê!

O Alexandre é seguidor do canal e foi assim que cheguei até ele. Inclusive, ele me contou que alguns detalhes da casa foram inspirados nas ideias que mostro aqui, me deixando até emocionado.

Já deu pra perceber que temos um apaixonado por plantas na casa. Olha essa entrada charmosa que parece um portal pra outro mundo.

O piso avermelhado, a pilastra irregular, a janela enorme: cada detalhe original desperta emoções e memórias, em uma mistura de casa antiga de vó com neto designer.

“Respiro” é a palavra que nos recebe por essa porta linda preservada, escrita em uma folha da artista Clarice Borian.

Tá preparada para anotar ótimas ideias? Vamos começar pela parede verde, pois eu já vi pintarem meia parede, mas aqui ele quase chegou no teto.

O motivo a princípio foi bem prático: cobrir manchas de infiltração. “Depois acabou virando uma moldura. Não gosto de pintura até o teto, porque pode causar uma sensação de sufocamento”, conta Alexandre.

Ele conta que o sofá é na verdade uma cama antiga, uma marquesa viúva, que ele encontrou no Mercado Livre bem baratinho. Bastou encher de almofadas para usar como encosto e ficou incrível. Quando as visitas vêm visitar, tem uma cama extra garantida na casa.

Muitas coisas incríveis que vamos encontrar foram feitas pelo próprio Alexandre. O puff, os macramés e uma das ideias mais legais que você vai amar!

“Esse galho veio parar na minha garagem, e os passarinhos eu comprei nessas lojas de festa”, conta o Alexandre sobre esse arranjo lindo com pássaros na parede. Aliás, ele conta que encheu a casa de passarinhos, inspirado no pássaro que mostrei lá na minha casa. Amei!

Essa poltrona linda também foi ideia do Alexandre, feita com duas cabeceiras de camas antigas e mangueira de bombeiro trançada que ele encontrou na rua. Uaaaaau!!

Dica importante! “A gente deixa a rede exposta pra não esquecer de usar”, diz Alexandre. Quantas coisas você já deixou de usar ou apreciar porque ficaram escondidas no armário? Aproveite e use na decoração.

Vamos curtir mais alguns detalhes antes de conhecer o resto da casa.

Olha meu livro Onde Vive Você ali!!! Que honra! O toque pessoal do Alexandre foi esse terço mais lindo cheio de passarinhos. Aqui na sala, ele expõe obras de artes brasileiras que encontrou em suas viagens, muitas de suas próprias criações, uma máquina de costura que foi herança da avó. É muito amor e carinho envolvidos!

É ou não é uma das cozinhas mais lindas e charmosas que já mostrei? Uma dica bem legal são os adesivos azuis que fazem essa composição artística nos azulejos. Para quem mora de aluguel ou não quer reformar, é uma ótima solução, pois é fácil de remover quando precisar.

Olha o passarinho azul na mesa!!

Lembra que eu disse que essa casa é perfeita para o canal? Veja como cada objeto é valorizado.

Quem disse que aquele pratinho da sua avó é brega? Quem disse que o filtro de barro é velhice? Diga SIM para tudo que representa sua história, sua família, e principalmente, a nossa cultura brasileira tão rica.

Uma ideia que eu adorei foi essa prateleira de madeira bem levinha, colocada em cima da janela especialmente para acomodar as plantas.

Quantas memórias pipocaram na minha cabeça quando entrei nesse quintal. Quem reconhece esse piso da casa dos avós, das tias, da família no interior?

O Alexandre é muito dos nossos. Olha quantas plantas, quanto verde! Ali na parede, ele fez uma composição bem delicada de azulejos. Ao lado, uma lanterna incrível que ele acende pra criar um “climinha”. Amo!

Mais uma ideia genial: esconder vassoura, utensílios e produtos de limpeza atrás de uma cortina linda. Mais passarinhos! Você pode usar a ideia das cortinas para esconder vários objetos que não são tão bonitos de ficarem expostos, como aspirador de pó, máquina de lavar, bujão de gás, o que quiser.

O quintal continua para o fundo, onde tem um lavabo e o ateliê/quartinho de bagunças.

No lavabo, mais uma composição de adesivos para azulejos que tira a mesmice dos lugares. Aqui no ateliê, repare que a cor azul também não vai até o teto. É aqui que surgem as ideias incríveis do Alexandre.

Ele usa uma estante de ferro super prática para guardar seus objetos de trabalho, e uma prateleira de madeira para expor suas peças decorativas. O conceito de “exposto pra não esquecer que tem” continua!

Acho que encontrei um dos lugares preferidos dessa coisinha linda!

Vamos subir? Antes, um outro ponto de vista dessa sala incrível.

A parede cheia de obras de arte nos conduz para cima, em uma escada com granilite esverdeado no guarda corpo e amarelado nos degraus. Que estilo!

O espelho maravilhoso antigo foi garimpo, assim como a maioria dos móveis do Alexandre, que não gosta muito de comprar em lojas.

Se você tem um banheiro antigo original, preserve, fica lindo demais! Aqui temos uma continuação do uso dos adesivos, dessa vez pretos, nos lugares mais inusitados, como essa faixa preta que separa o azul do branco e nos apoiadores. Assista o vídeo completo para ver esses detalhes e a explicação do Alexandre.

O “quartinho do computador” é onde ficam a maioria dos equipamentos do seu companheiro, que é fotógrafo.

Mais uma vez, ele utiliza as estantes de ferro que são super práticas e trazem um toque industrial para a casa.

O quarto espaçoso transborda a personalidade do casal. “Eu sempre vou dormir tricotando, lendo, fazendo alguma coisa. Então, na minha escrivaninha lateral, tem tesoura, linha, vários livros. Do outro lado, só um apoio para água e celular”, conta Alexandre rindo. Tudo garimpo!

O mesmo estilo da pintura quase até o teto criou profundidade no quarto, e eu amei a cabeceira da cama com uma mini prateleira na parte de cima, que ele colocou obras de arte e plantas. Para segmentar o quarto e não atrapalhar o guarda-roupa, essa cabeceira não precisou ocupar a parede inteira. Tudo projeto do Alexandre.

Quando encontrei uma edição da revista Casa & Jardim com minha casa na capa, o Alexandre me contou uma história que emocionou.

“Quando me formei tinha aprendido a fazer tudo nos padrões estéticos e comecei a esconder meus objetos de viagem. Depois que vi sua casa e seu jeito de viver, comecei a perceber que não precisava ligar para os padrões”, conta ele. Ai meu coração!

A vista do quarto parece te levar para o interior. “Quando dá 18h, a Igreja toca Ave-Maria”, conta Alexandre.

Eu amei “tirar férias” nessa casa, o clima é tão gostoso que parece que estamos realmente sossegados no interior. E amei descobrir como nós podemos transformar o que é moderno com o que é herança.

Aproveita para seguir o Alexandre no Instagram dele. Tem muitas dicas bacanas por lá: https://www.instagram.com/casadevila7/

Lembre-se de se inscrever no meu canal: https://goo.gl/aFe7h9