Casas

CASÃO COM ASTRAL DE CASINHA – ELA MISTURA ARTES E DESIGN E DEIXA A CASA DELICIOSA

Oieee, tudo bem? Imagina uma casa imensa, mas com aquele jeitinho de casinha do interior? Foi isso que encontrei ao visitar a galerista Fernanda Resstom em sua casa alugada em São Paulo.

É um casão mesmo, como antigamente, onde ela convive com a arquitetura preservada e uma grande quantidade de artes modernas e artesanatos brasileiros convivendo com designers consagrados e garimpos despretensiosos.

Uma galeria de artes com estilos misturados e harmônicos no mesmo ambiente. Foi uma delícia visitar essa casa com varanda cheia de plantas, redes, cachorrinhos, gatinho e muitas memórias afetivas.

ATENÇÃO: ESSE VÍDEO FOI GRAVADO ANTES DA QUARENTENA E ISOLAMENTO SOCIAL.

Uma casa grande, com carinha de interior, habitada por muita arte e boas energias.

Sempre gosto de destacar quando visito uma casa alugada, pois isso nos mostra que podemos SIM cuidar e decorar com soluções fáceis mesmo morando de aluguel.

Começamos a visita pelo lugar favorito da Fernanda: a varanda. Ela é muito conectada com o mundo das artes e possui uma galeria chamada Central Galeria.

Essa bolsa na parede foi encontrada no armário da mãe, além dos suportes que seguram ela e a sanfoninha. “Aqui tem muita coisa que eu encontro. Gosto de garimpar”, diz ela.

Muitas obras de arte são artesanato popular brasileiro, uma das nossas paixões aqui no canal. Aqui no escritório, ela possui essa obra de arte do artista Mano Penalva feita com lona e que remete aos ambulantes da cidade.

A sala de estar bem espaçosa abriga desde peças de designers famosos até um parafuso de trem que ela encontrou.

O que determina o valor de um objeto é a importância que você dá pra ele, a história que ele te conta ou a memória que traz.

Com a mente aberta e um sentido aguçado, qualquer objeto pode virar decoração e ficar incrível.

A Fernanda contou que é viciada em leilões online de imobiliários. Fica aí a dica! No vídeo completo, ela conta quem são os artistas responsáveis pelas peças na casa, mas se quiser saber algo específico pode mandar inbox pra ela.

Olha que lindos ficaram esses vasos apoiados no suporte em “cestinha” que a Fernanda garimpou.

Além de desenvolver nossos sentidos para escolher boas peças no garimpo, também precisamos descobrir quais vários usos esse objeto pode ter. Bora experimentar!

As duas cadeirinhas amarelas Lina Bo Bardi adquiridas em leilão, mais a mesa vermelha Paulo Alves, mais um tapete super colorido, mais plantas, mais artesanato popular… Resultam em uma das salas de jantar mais legais que você já viu.

E tem mais! Uma obra de arte incrível, parte de uma coleção chamada “Previsões” do artista Randolfo Lamounier.

Aqui na pequena copa, a Fernanda nos conta que sempre comprou obras de arte, mesmo quando era estagiária e ganhava um salário simbólico.

“Aqueles bonequinhos na janela custaram R$ 10 cada um”, conta ela. Mais uma vez, aprendemos que treinar o olhar para valorizar o que é arte pra você é o mais importante.

O sentimento que aquela obra de arte transmite para você, o significado que ela tem na sua vida: esse é o verdadeiro valor. Vai além do que dizem estar na moda, além de combinar um quadro com um sofá. Essas peças são, na verdade, grandes contadoras da sua história.

Eu adoro as obras de arte do Riso Tropical e já mostrei a casa deles pra vocês aqui.

Olha como a escolha de uma colcha diferente pode transformar o estilo do quarto. Também amei que a Fernanda tem duas mesas bem grandes, uma aqui e outra no escritório, que são simples e causam o maior impacto.

O quarto da Fernanda é super espaçoso, quase um pequeno apartamento. Podemos imaginar que haviam dois quartos e o proprietário resolveu integrar.

A mesinha da lateral direita ficava no escritório do avô, onde ela coloca uma gravura que ganhou de presente, um objeto que comprou no museu super terapêutico e umas baguncinhas. As almofadas da cama foram encomendadas de uma produtora argentina. “Sou meio rata de internet”, brinca Fernanda.

Veja como ela preservou várias características da casa, apenas dando um toque especial do seu bom gosto. Ah, super dica das dicas: desapega do box e escolhe uma cortina bem criativa para seu banheiro com carinha de casa de vó.

Para conhecer mais sobre a Fernanda Resstom ou sobre as artes que ela tanto falou, segue o instagram dela:

http://instagram.com/fernandaresstom

Lembre-se de se inscrever no meu canal também: https://goo.gl/aFe7h9

Me siga no Instagram: instagram.com/lifebylufe/

Até a próxima! Sigamos juntos!!

Sempre existiram. Pessoas, lugares, encontros. Sempre existiram. Tangíveis, palpáveis, inimagináveis. Sempre existiram. Criações, intenções, ilusões. Sempre existiram. Existem, sempre existirão. Cenas que não são vistas somente com os olhos.

Write A Comment