Casas

DECORAÇÃO MODERNA E BARATA USANDO TINTAS

Neste episódio 4 de Olhares e Detalhes, um festival de cores!

Quando bati o olho neste projeto, na hora me deu vontade de saber tudo sobre ele. Veja só se eu não tinha razão.

A arquiteta é a Vanessa Ribeiro, da Quattrino Arquitetura. Ela conta que a cliente queria um ambiente aberto onde poderia curtir com a filha, com quem mora junto. A ideia da Vanessa foi, então, projetar um espaço aberto e colorido.

“Sou muito intuitiva e tento absorver a personalidade dos clientes. Esta cliente chegou em meu escritório toda linda e solar. Foi quando pensei em buscar cores que tragam uma energia assim para o projeto”, conta a Vanessa.

Dar uma corzinha para o apartamento era uma demanda não apenas para tornar o ambiente mais alegre, mas também para fugir dos custos altos. No lugar da marcenaria, a aposta foi nas cores, texturas e geometrias. Embora seja uma opção econômica, o efeito da pintura é muito lindo. Se você não quer gastar, use tinta para decorar!

Além de aplicar cores, a Vanessa optou por remodelar a planta do imóvel para ter espaços mais abertos.

A cozinha foi completamente refeita. A ilha central foi desmontada e o que era área de serviço foi anexado para aproveitar melhor o espaço.

O ambiente ficou todo em amarelo, azul e verde. “Como é uma cozinha virada para a sala, foi fundamental investir nela – porque ela tinha que ser linda”, conta a Vanessa. “Em função dos limites de custo, este foi o único espaço em que optamos por laca”.

Para quebrar um pouco o amarelo da cozinha, a Vanessa utilizou um armário cinza, que vai super bem com a cor amarela e aqui funciona como uma torre de equipamentos. E olha só que fofo: a azulejo que reveste a parede também apresenta pequenos detalhes nas cores rosa, amarelo e azul, para não perder a brincadeira com a paleta de cores alegre da casa.

O lavabo da sala nem mesmo existia. Era um sonho da cliente e, para viabilizá-lo, o banheiro de serviço que havia do lado oposto virou dispensa e os pontos de água e esgoto foram invertidos para servir o novo lavabo. O piso deste lavabo foi pintado com algumas das cores do mood board.

As portas do apartamento foram pintadas na cor Rio Danúbio [personalizada sob encomenda pela Suvinil]. E, cá para nós, uma porta azul está se tornando meu novo desejo…

Na sala de jantar, as paredes receberam tintas em dois tons diferentes de azul – mais uma ideia para usar a tinta como decoração. “Você pode brincar com essa divisão de cores, por exemplo, colocando um quadro na metade superior da parede, criando uma decoração diferente”, sugere a Vanessa. Para combinar com os tons de azul, cadeiras rosas. Azul e rosa sempre combinam.

A sala de estar passou a integrar a varanda, antes separada por uma porta. A proposta original era derrubar as pequenas paredes laterais da varanda e deixar apenas a viga aparente, numa integração total com a sala. Mas a ideia esbarrou na aprovação do condomínio.

E quem nunca teve uma ideia de seu projeto impedida? “O importante é criar uma solução que também fique bacana e ser feliz com o que é possível ser feito”, pondera a Vanessa.

Achei que a solução final ficou uma graça e não deixou de integrar com todo o ambiente da sala.

Já o corredor que dá acesso aos quartos foi batizado pela Vanessa de “caixa azul”: as portas, as paredes e o teto foram todos pintados no mesmo tom Rio Danúbio [personalizado sob encomenda pela Suvinil], com direito a um vão construído especificamente para que ali coubesse uma linda cristaleira.  As plantinhas ao fundo do corredor ficam num cachepot cor-de-rosa – claro.

No quarto da proprietária, sobressai a cor branca. “O quarto pede mais tranquilidade. Os outros ambientes já têm muita cor, achei que no quarto poderíamos reduzir isso”, explica a Vanessa.

A exceção, no quarto, fica por conta de uma mesa em madeira de demolição que a proprietária já tinha e que foi reformada com laqueação em tom de azul. Sobre a mesa, peças em tons laranja e terroso. Ou seja, o branco predomina, mas com um pequeno toque de cor, numa lógica inversa à dos ambientes coloridos.

A cabeceira da cama foi mais um truque para se conseguir uma solução bonita e econômica: ripas de pinus compradas em loja foram montadas com o marceneiro no próprio local. Acima da cabeceira, a Vanessa aplicou a cor Crômio, da Suvinil. Simples e muito bacana!

Já o closet tem um detalhe super legal: ele é todo aberto. “A cliente sabia do ônus de ter o closet aberto. Tem que se manter bem organizado, por exemplo. Mas aqui é o espaço dela, onde ela pode trabalhar e se arrumar”, conta a Vanessa. Uma ideia que eu também executaria na minha casa.

No banheiro desta suíte, a bancada da pia, feita em quartzo branco, foi aumentada em 40cm. Parece pouco, mas traz muito mais conforto. Sobre a bancada, a Vanessa instalou um grande armário com espelho, que otimiza o espaço e amplia o ambiente. Aliás, armário com espelho é uma solução que voltou com tudo!

Para conferir leveza, a parede do banheiro é apenas parcialmente revestida com azulejo, inclusive no box do chuveiro. Isso permitiu revestir a parte superior da parede com a mesma cor de tinta Crômio, da Suvinil, e trazer unidade da área externa com o box.

Fomos para o quarto da filha da cliente para conferir mais ideias incríveis de pintura como decoração.

Olha só que máximo que ficou o corredor pintado em várias faixas de diferentes tons de azul! “Um corredor não precisa ser apenas um corredor”, ressalta a Vanessa. E eu concordo plenamente com ela! A combinação lindíssima de cores da Suvinil para o corredor do quarto? Anote aí:

Chuva gelada
Cerração
Azul-etéreo
Banho de Espuma

Já uma pintura geográfica faz as vezes da cabeceira da cama. Um visual belíssimo e supereconômico.

As paredes deste banheiro também têm revestimento parcial em azulejo. Para variar um pouco, a cor para a parte pintada da parede é o Rosa-queimado, da Suvinil.

“Os clientes dizem que não querem mais sair de casa depois do projeto. Toda vez que ouço isso, vejo que acertei! É preciso ficar atento aos pequenos detalhes dos clientes, ouvir e entender o que eles desejam para o seu projeto”, conclui a Vanessa.

Se você gostou deste projeto da Vanessa Ribeiro, da Quattrino Arquitetura, clique aqui para conhecer mais olhares e detalhes com outras soluções para você criar suas próprias ideias.

Sempre existiram. Pessoas, lugares, encontros. Sempre existiram. Tangíveis, palpáveis, inimagináveis. Sempre existiram. Criações, intenções, ilusões. Sempre existiram. Existem, sempre existirão. Cenas que não são vistas somente com os olhos.

Write A Comment