CasasPequenos Apartamentos

ELA SAIU DE UMA CASA GRANDE E HOJE VIVE MUITO MAIS FELIZ EM UM MICRO APARTAMENTO TODO LINDO

Por setembro 25, 2019 Sem Comentários

No episódio 11 da série Pequenos Apartamentos eu te provo algo que sempre digo: a nossa casa é o reflexo de quem somos. Nesse miniapartamento, meio kitnet, onde quarto e sala se misturam, a querida Giselle Martos se reinventou como pessoa, como profissional e como mulher. Confira o resultado:

A série PEQUENOS APARTAMENTOS é apresentada pela LEROY MERLIN.

A Giselle morava em uma casa grande, cheia de espaço para seus objetos e móveis. Após uma separação amigável, mudou-se para São Paulo e fez desse miniapartamento um ponto de encontro com ela mesma. É de se apaixonar!

O apartamento não tem projeto assinado, mas como a Gi conhece muitos arquitetos, vários detalhes foram dicas dos amigos, além do seu próprio talento para decorar.

Logo no hall de entrada, uma estante linda, onde a Giselle guarda seu acervo de louças.

Segundo ela, muitas de suas louças ainda estão sendo trazidas da antiga casa que morava em Mogi das Cruzes – SP.

A Giselle cresceu no Belém do Pará. Ela carrega essa origem por onde passa com um sotaque delicioso e muito bom humor. Agora, ela está passando por um momento de transformação em sua vida, de casada para solteira, de casa grande para apartamento pequeno.

“Vida nova, contudo, pé no chão. Eu não me vejo mais vivendo a vida que eu tinha antes”, conta a Gi. Olha que apartamento alto astral!

Essa poltrona vermelha maravilhosa é chamada de “Under Construction”, em português, “Sob Construção”. Você também viu relação com essa nova vida que está se construindo, né? Ela é inteira trançada e feita de Neoprene, com design de Pedro Franco.

A principal ideia do quarto era colocar o sofá e a cama baú da mesma cor, para fazer um volume só. A base do quarto é inteira cinza, com pontos de cor lindos como as almofadas e os tapetes rosa e vermelho desenhados especialmente para a Gi pela amiga Larissa Catossi.

O quadro aramado que fica na cabeceira da cama recebeu desenhos da artista Cris Conde, retratando mulheres lindas e poderosas como a Gi. “Hoje para te receber a grade está assim, mas posso mudar sempre”, diz Giselle.

Reparou na luminária em clipe presa na grade? Foi uma dica que ela viu no programa do Maurício Arruda e foi comprada na própria Leroy Merlin. Essa grade é tão legal que dá até para pendurar plantas se você quiser. Eu AMEI!

Nas laterais da cama, ela expõe objetos queridos e presentes de viagens. Encontrei até o meu livro “Onde vive você”. Uaaaau! Que honra ficar ali do ladinho de tantos artistas incríveis. O cesto lindo foi colocado estrategicamente perto da cama para guardar os controles.

Afinal, olha o conforto e a praticidade desse apartamento!

O trilho de luzes no teto é uma ótima dica para espaços pequenos, pois consegue suprir todos os ambientes com bastante eficiência ou até mesmo criar focos de luz onde você preferir.

As paredes, a porta e o teto foram pintados com o mesmo cinza PRATA. A única diferença entre as tintas é a base, mas a cor é igual. A dica veio da amiga e arquiteta Kikka Mattos da TRiART Arquitetura: se o apartamento é pequeno, pinte tudo da mesma cor para aumentar a sensação de amplitude e “sumir” com as portas. Anote essa dica urgentemente!

O banheiro é um amarelo maravilhoso, inclusive até o teto! A bancada da pia tem um recorte especial e continua para aproveitar o espaço em cima do vaso sanitário.

Esse quadro é feito com ladrilhos hidráulicos. Sério! Inclusive, quando ela quiser, dá pra trocar os ladrilhos, aproveitar a moldura e criar um quadro totalmente diferente. Eu amei! A ideia foi executada pela Ladrilar.

A varanda é cheia de cores e detalhes, um escândalo de beleza e personalidade. Na parede, o chamado “painel preservado” é feito de folhas secas e pintadas. A dica de fazer um painel com néon foi do amigo Carlos Carvalho do Studio Ro+ca. “Wow”

A Giselle pintou o teto de todos os cômodos do apartamento. Aqui, na área externa, a cor escolhida foi o verde VÔO LIVRE, o mesmo tom usado nas cadeiras.

Olha esse lustre incrível! Olha essa mesa orgânica! Uaaaaaaau!

Esses vasos lindos de cerâmica foram presentes de uma empresa parceira. Repare na mistura de formatos, cores e tamanhos. Harmonia perfeita!

No chão, um tapete feito especialmente para área externa cria uma composição incrível.O lustre moderno é chamado Spider Aranha e pode ser encontrado na própria Leroy.

“Quando a gente vai fazer reforma, é impossível não ir na Leroy”, brinca Giselle.

Atenção para este detalhe. Apesar do apartamento já vir com os armários, a Giselle tinha necessidade de ter um balcão. A solução foi apoiar nesse carrinho industrial e encaixar o frigobar embaixo. A madeira está presa no carrinho, com o outro lado solto em balanço. Essa ideia da própria Gi já solucionou vários problemas. Arrasou!

Outro toque industrial veio nas portinhas feitas pelo serralheiro para o armário e especialmente para esconder o aquecedor a gás. O mesmo material foi usado para fazer uma prateleira.

Você acha que a Gi não é detalhista? Olha essa torneira vermelha incrível! Até isso faz parte da decoração.

Eu tive a honra de ter sido a primeira pessoa a visitar o apartamento prontinho. Amei tudo Gi! Para finalizar, o item fundamental para a Giselle ter escolhido esse apartamento. Uma vista livre, maravilhosa, inspiradora!

Conheça mais sobre o trabalho da Giselle Martos: https://www.instagram.com/lardocecasa/

Muitos (quero dizer, MUITOS MESMO) objetos desse apartamento foram comprados na Leroy Merlin e aqui abaixo eu deixo as melhores dicas dela e minhas observações andando por esse apê incrível:

Visite o site da LEROY MERLIN: http://bit.ly/2YVGPOo

Lembre-se de se inscrever no meu canal: https://goo.gl/aFe7h9

Gostou da visita? Clique aqui e aproveite para conhecer outros apartamentos pequenos com muitas ideias criativas.


A série PEQUENOS APARTAMENTOS é apresentada pela LEROY MERLIN, que abraçou esse projeto com amor, pois assim como eu, acredita que nossas casas, independente do tamanho, são um reflexo de quem somos e cada detalhe pode e deve contar um pouco de nossas histórias de vida.