CasasOlhares e Detalhes

ESTÚDIO DOS SONHOS – TEM TUDO PARA SER UMA CASA, MAS NÃO É!

Por maio 29, 2019 Sem Comentários

No episódio 3 da série OLHARES E DETALHES, a arquiteta Renata Gaia nos mostra o estúdio dos sonhos da fotógrafa Fernanda Bozza, uma obra que trouxe o aconchego de casa para um estúdio comercial.

A Renata é divertidíssima e demos muitas risadas enquanto ela nos contava segredos e dicas imperdíveis na hora de fazer uma obra. Vamos lá?

A série OLHARES E DETALHES é apresentada pela Suvinil.

Começamos pela entrada do estúdio: um néon incrível na parede escrito “Everybody is beautiful”, que no bom português significa “todo mundo é lindo”.

Isso faz parte do trabalho da fotógrafa Fernanda Bozza. Ela é especializada em fotografias de mamães e bebês e seu projeto tem objetivo de embelezar o mundo. Alguém que vê beleza por onde passa? Já estou curioso pra conhecer.

Todo o projeto do estúdio foi inspirado no próprio trabalho da fotógrafa. “A Fernanda tem esse olhar de transformar e deixar todo mundo lindo. Eu vi que nos trabalhos dela as mulheres pareciam estar em casa, mas na verdade estavam no estúdio. A gente tinha que levar isso para o estúdio novo também”, explica Renata.

O objetivo foi transformar o ambiente totalmente comercial e deixar o estúdio com cara de casa, com iluminação e texturas mais naturais e menos frias. A referência era um quarto de hotel, com cama e banheira juntas. Você consegue imaginar que aqui, por ser um prédio comercial, não tinha água quente nem pressão?

A primeira ideia foi o piso de madeira para trazer essa aparência e sensação de aconchego. Como elas também queriam uma banheira no estúdio, o ladrilho hidráulico hexagonal foi escolhido para fazer a transição entre os ambientes.

O resultado foi um mosaico moderno e delicado, mas não foi tão simples de fazer. A espessura dos dois materiais é diferente, então foi preciso fazer um piso elevado com ardósia e um contrapiso por cima em apenas uma parte do estúdio, para igualar as alturas.

Em um projeto que evidencia a combinação de cores, o que vem primeiro? Nesse caso, qual ROSA veio primeiro? A Renata explica:

Por ter um prazo longo, o ladrilho hidráulico determina o andamento da obra. O segundo maior prazo é da marcenaria. Então, foram os primeiros itens para decidir.

Para escolher as cores, sugerimos começar por qual item possui menos opções em sua cartela. Neste caso, a primeira escolhida foi a cor do ladrilho hidráulico, por ter um processo mais artesanal e precisar de vários testes. Em seguida, quem tem mais opções de cores é a marcenaria, então comparamos com a cor do ladrilho. Por fim, as últimas cores escolhidas são as tintas.

Tudo está em sintonia!

Para escolher onde ia ficar cada revestimento, a arquiteta analisou a posição da infraestrutura hidráulica e planejou como separar o estúdio em dois ambientes. Onde tem piso de madeira é o ambiente de fotografar, com carinha e aconchego de casa, uma cama grande, dois criados-mudos, uma linda luminária e muitas plantas. Dá até vontade de morar!

A parte que recebeu o ladrilho hidráulico é mais funcional e tem uma mesa comprida que cabem duas pessoas trabalhando. Uma bandeja estratégica com cafézinho e guloseimas floresce o clima de lar.

Falando em lar, você achou que não ia ter copa? E cadê o banheiro? A Renata escondeu esses ambientes atrás de um armário de marcenaria, deixando a opção de expor ou esconder conforme necessidade.

A copa foi pintada na cor Rosa Sapatilha, um charme. Tem uma bancada com pia, frigobar e armários, além dos detalhes lindos como os suportes em formato de prendedor de varal e a planta caindo como cascata. Tudo que alguém precisa para se sentir em casa.

Dica importante da Renata para acertar nas cores! Nesse caso, ela queria a parede do armário na mesma cor da laca da marcenaria. Então, com a marcenaria instalada, ela aconselha levar a cartela de cores e comparar no ambiente. Isso porque a luz muda e, com isso, também as cores.

Detalhes fofos no banheiro: a tampa do ralo da pia é de pedra cortada no formato hexagonal, para combinar com os ladrilhos. Em cima da pia, uma pedra decorativa escrito GRATIDÃO. Na parede, um azulejo decorado em rosa e dourado. Cada detalhe perfeito!

Na parede que acolhe a banheira, o revestimento parece azulejo, mas não é. Na verdade, a Renata não encontrou no mercado azulejos do mesmo tamanho do ladrinho hidráulico, e a ideia era continuar o mosaico pela parede.

A solução foi encomendar peças de cerâmica cortadas exatamente no mesmo tamanho e forma do ladrilho, inclusive fazendo a continuação do desenho nos encontros das paredes. Que detalhe perfeito! “Isso é o pé na obra!”, brinca a arquiteta Renata. O cesto de palha do lado da banheira é lindíssimo.

O caixilho da porta da varanda foi removido e deu espaço para lindas cortinas brancas, posicionadas estrategicamente contra a luz da janela para a fotógrafa fazer fotos de silhuetas. O trilho da cortina continua em curva no espaço do “quarto”, cruzando o estúdio e criando mais privacidade quando necessário.

A madeira no chão acompanhou até a varanda, que tem fechamento em vidro. As diferentes plantas são o toque final para esse estúdio dos sonhos ficar com cara de casa mesmo. “A gente também queria trazer um pouco de verde”, conta Renata. De quebra, as plantas ainda escondem a caixa do ar condicionado.

Uma surpresa incrível no fim do nosso encontro: a Fernanda chegou e contou um pouquinho de como é usar esse estúdio no dia a dia. “É incrível. Eu queria morar aqui. A atmosfera ficou incrível, ninguém quer ir embora”, conta ela feliz.

“Está dentro do meu propósito transformar tudo em beleza.”

@fernandabozzafotografia

Eu amei aprender mais com o trabalho incrível da Renata e entender como planejar o uso de cores com inteligência. E de quebra ainda conhecer a Fernanda que tem um trabalho delicado e profundo.  

Siga o Instagram da arquiteta Renata Gaia: https://www.instagram.com/renatagaiaarquitetura
A Fernanda Bozza faz fotos lindíssima de mamães e bebês: https://www.instagram.com/fernandabozzafotografia/


Vamos nos inspirar no que vimos no episódio e ver quais cores da Suvinil combinam?

  • Começamos, claro com o ROSA SAPATILHA , que esse nome é a cara desse episódio né?
  • Eu amei o cesto de palha, pois me deu uma sensação de leveza e de memória afetiva. Então sugiro a cor BERÇO DE NENÉM
  • O piso de madeira me deu vontade de ficar descalço, andar a pé, sentir meus pés tocando a textura natural. Para essa sensação, sugiro a cor TERRA MOLHADA
  • Como o ambiente desperta boas sensações para as mães fotografadas, que estão à espera de seus bebês, eu me inspirei em duas cores: BEM-ESTAR e PERFUME DE BEBÊ
  • E para completar o sentimento que emana em todo esse ambiente escolhi uma cor que desejo a todas às grávidas e às crianças que passam por ali. Uma cor linda e cheia de boas energias: INFÂNCIA FELIZ
  • Agora… Qual a cor podemos escolher para a Renata Gaia? Sendo super amigo dessa pessoa linda, com a gargalhada mais marcante do meio de arquitetura, eu escolho: BELEZA NATURAL, mas também escolho a cor LAÇO DE PRESENTE porque sim, a Renata é um presente na minha vida, amiga querida!

Acompanhe a Suvinil no Instagram: https://www.instagram.com/tintas_suvinil/

E também no site: https://www.suvinil.com.br/

Obrigado!

Deixe um Comentário